Pular para o conteúdo principal

O Sistema



“Esse Joesley, coitado, é um idiota útil e até hoje não entendeu. Cheio de si, alega que conhece e se adapta bem ao ‘sistema’. Não percebeu, coitado, que foi apenas usado por esse ‘sistema’.  Que foi uma criação do tal ‘sistema’.
 O ‘fenômeno’ Joesley - que apareceu do nada e meteoricamente se transformou num dos homens mais ricos do Brasil - foi criado nos anos Lula à custa de dinheiro do BNDES. Não percebeu, o pobre coitado, que estava sendo transformado apenas num operador.  Um doleiro de luxo.
Casou com a moça bonita da televisão, viveu um período de opulência e glamour, porque precisavam colocá-lo numa posição acima de qualquer suspeita. Mas o ‘sistema’ estava ali, o tempo todo, de olho nele. Estavam engordando o porco para depois devorá-lo.
O ‘sistema’, neste caso, é uma seleção de políticos traiçoeiros que são donos do Brasil há anos. Os caciques.
O ‘sistema’ é suprapartidário.  Todos eles sabiam que um imbecil feito o Joesley seria importante em algum momento. O sujeito se transformou numa caderneta de poupança desses políticos e partidos.
Precisa ajudar o Lulinha!  Chama o Joesley.
Precisa de dinheiro para a campanha de fulano!  Chama o Joesley.
Precisa calar a boca do Cunha!  Chama o Joesley.
Precisa pagar o advogado do Aécio!  Chama o Joesley.

Joesley era um caixa eletrônico ambulante de políticos e partidos, recheado de dinheiro nosso - seu e meu - desviado para inflar suas empresas. Joesley, que se julga malandro, foi o otário de plantão para os políticos da velha guarda. Esses sim, ratazanas experientes.

Um malandro de verdade não teria caído nesse conto. Joesley só percebeu que era o mais trouxa de todos no começo desse ano, quando a corda começou a ruir para o seu lado.
Justo ele, que se imaginava amigo do rei, acima do bem e do mal, com acesso a toda essa ‘gente importante’ que jamais teria conhecido.  Joesley é um deslumbrado. O tempo todo fala de suas reuniões com os políticos como se fosse um igual. Se gaba da Ticiana, deslumbrado que também está de casar com uma subcelebridade.
Joesley é isso.  Um ignorante, um trouxa, um deslumbrado que foi usado pelos políticos experientes até que percebeu que o ‘sistema’ o tinha expurgado. Aí começou a gravar tudo. Até o Temer.
Saiu com seu gravador vagabundo tentando se munir de provas que pudessem ser negociadas. Foi então que encontrou o Janot.
Janot sabia que tinha os dias contados na PGR.  E sabia quem era o verdadeiro Joesley. Sabia que poderia sair da PGR como o homem que derrubou a República.  Era só fazer Joesley falar e mostrar suas gravações.
Então fechou aquele acordo de delação premiada de pai para filho. Joesley abriria o jogo e sairia livre. Joesley, claro, acreditou.  Afinal era o amigo do rei, o "’sistema’ veio salvá-lo, pensou.
Janot só não sabia de duas coisas:
1. Joesley não tem competência para incriminar ninguém. Ao contrário. Só ele se queima, porque o ‘sistema’ é mais esperto. Nem comprar gravador ele sabe. Então o acordo acabou não servindo para nada, a não ser expor a estratégia de Janot e a safadeza de Joesley.
2. Que o ‘sistema’ está, também, acima dele (Janot) e já havia corrompido até seu braço direito, Marcelo Miller, que já operava ao lado de Joesley.
O ‘sistema’ é mais poderoso que Janot, Joesley, você e eu. O ‘sistema’ ferrou o Joesley, o Janot e o Marcelo Miller. E está aos poucos esvaziando a Lava Jato.
Mas isso a gente sabia. E talvez justamente por isso a gente não bate mais panelas nem sai as ruas. Inconscientemente aprendemos que somos todos Joesleys: trouxas que o ‘sistema’ utiliza nas eleições e depois dispensa. Só não ficamos ricos, nem casamos com a Ticiana.”   UA



(JA, Set17)

Postagens mais visitadas deste blog

Grabovoi - O Poder dos Números

O Método Grabovoi  foi criado pelo cientista russo Grigori Grabovoi, após anos de estudos e pesquisas, sobre números e sua influência no nosso cérebro. Grigori descobriu que os números criam frequências que podem atuar em diversas áreas, desde sobrepeso até falta de concentração, tratamento para doenças, dedicação, e situações como perda de dinheiro. Os números atuam como uma ‘Código de desbloqueio’ dentro do nosso inconsciente, criando frequências vibratórias que atuam diretamente na área afetada e permitindo que o fluxo de informações flua livremente no nosso cérebro. Como funciona? As sequências são formadas por números que reúnem significados. As sequências podem ter  1, 7, 16, ou até 25 algarismos, e quanto mais números, mais específica é a ação da sequência. Os números devem ser lidos separadamente, por exemplo: 345682 Três, quatro, cinco, seis (sempre o número seis, não ‘meia’), oito, dois. Como praticar Você deve escolher uma das sequencias num

Thoth

Deus da lua, juiz dos mortos e deus do conhecimento e da escrita, Thoth (também Toth, ou Tot, cujo nome em egípcio é Djehuty) é um deus egípcio, representado com cabeça de íbis. É o deus do conhecimento, da sabedoria, da escrita, da música e da magia. Filho mais velho do deus do sol Rá, ou em alguns mitos nascido da cabeça de Set, era representado como um homem com a cabeça da ave íbis ou de um babuíno, seus animais sagrados.   Sendo o deus associado com o conhecimento secreto, Thoth ajudou no sepultamento de Osíris criando a primeira múmia. Era também o deus das palavras, da língua e posteriormente os gregos viam este deus egípcio como a fonte de toda a ciência, humana e divina, do Egito. O culto de Thoth situava-se na cidade de Khemenou, também referida pelos gregos como Hermópolis Magna, e agora conhecida pelo nome árabe Al Ashmunin. Inventor da escrita Segundo a tradição, transmitida também por Platão no diálogo Fedro, Thoth inventou a escrita egípc

Por que Jesus dobrou o lenço?

‘E que o lenço, que estivera sobre a cabeça de Jesus, não estava com os panos, mas enrolado num lugar à parte’.(João 20:7) Por que Jesus dobrou o lenço que cobria sua cabeça no sepulcro depois de sua ressurreição? Você já deteve sua atenção a esse detalhe? João 20:7 nos conta que aquele lenço que foi colocado sobre a face de Jesus não foi apenas deixado de lado como os lençóis no túmulo. A Bíblia reserva um versículo inteiro para nos contar que o lenço fora dobrado cuidadosamente e colocado na cabeceira do túmulo de pedra. Bem cedo pela manhã de domingo, Maria Madalena veio à tumba e descobriu que a pedra havia sido removida da entrada. Ela correu e encontrou Simão Pedro e outro discípulo, aquele que Jesus tanto amara. Disse ela: ‘Eles tiraram o corpo do Senhor e eu não sei para onde eles o levaram’. Pedro e o outro discípulo correram ao túmulo para ver. O outro discípulo passou à frente de Pedro e lá primeiro chegou. Ele parou e observou os lençóis lá,