Pular para o conteúdo principal

Trem capaz de ligar Rio a São Paulo em 25 minutos pode chegar ao Brasil em 2025






Que tal viajar do Rio a São Paulo em menos de 25 minutos? É o que promete o Hyperloop, um novo meio de transporte capaz de alcançar velocidades superiores a 1000 km/h.

A tecnologia, projetada pelo bilionário sul-africano Elon Musk, fundador da Tesla e da Spacex, está em fase de implementação em alguns países. Segundo o presidente da Hyperloop Transportation Technologies, uma das empresas que está desenvolvendo o projeto pode chegar ao Brasil em 2025.

O que é o Hyperloop?

O Hyperloop é basicamente uma cápsula pressurizada que circula dentro de um tubo quase a vácuo. A ideia é reproduzir em solo as mesmas condições encontradas pelos aviões na altitude.

O transporte será feito por cápsulas que viajarão dentro de um tubo com baixa pressão atmosférica. No lugar de trilhos, há um sistema magnético, que fará as cápsulas ‘levitarem’ dentro dos tubos.




Sem o atrito do vento ou dos trilhos, as cápsulas alcançariam velocidades que podem ultrapassar 1000 km/h, com baixo consumo de energia. Para aproveitar a energia solar, o ideal é que o sistema não seja enterrado, como o metrô.

Uma viagem do Rio a São Paulo pelo Hyperloop, considerando as irregularidades do terreno, levaria menos de 25 minutos. Já o trajeto entre São Paulo e Campinas, levaria cerca de seis minutos.

Os primeiros 5 km da linha do sistema hyperloop deverão estrear em 2021, nos Emirados Árabes, ligando Dubai a Abu Dhabi em 12 minutos. Outros projetos já estão sendo discutidos para outros países, como Indonésia e Índia.


Viabilidade do Hyperloop no Brasil

‘O Brasil deve figurar na segunda leva de investimentos, prevista para daqui a cinco anos’, afirma Dirk Ahlborn, fundador e chairman da companhia, que virá ao Brasil, em março, para participar de um evento de tecnologia. As obras do primeiro empreendimento da Hyperloop TT começam este ano, em Abu Dhabi, nos Emirados Árabes.

Neste momento, o executivo trabalha para viabilizar parcerias com a iniciativa privada, e tornar realidade o projeto no país. De acordo com Ahlborn, o mais provável é que o Hyperloop seja financiado por empresas, e não pelo governo.


Cápsula do Hyperloop pode viajar a mais de 1.000 km/h




A Hyperloop TT tentou iniciar conversas com governos estaduais, mas elas não avançaram. Há dois anos, a companhia esteve próxima de construir um centro de inovação em Belo Horizonte, mas os planos não foram a frente por falta de recursos públicos.

Outro obstáculo para a implementação do projeto é a legislação brasileira. É necessário haver uma regulamentação específica para este modal de transporte. Segundo Ahlborn, a empresa vem conversando com o Governo Federal, e espera alguma resposta ainda este ano.

Apesar de ser atrativa, a rota entre São Paulo e Rio de Janeiro não deve ser a primeira a receber o Hyperloop. O mais provável é que um trecho mais curto, como o entre a capital paulista e Campinas, por exemplo, seja viabilizado antes.






Fonte: Wendell Oliveira  |  Melhores Destinos




(JA, Mar20)


Postagens mais visitadas deste blog

Grabovoi - O Poder dos Números

O Método Grabovoi  foi criado pelo cientista russo Grigori Grabovoi, após anos de estudos e pesquisas, sobre números e sua influência no nosso cérebro. Grigori descobriu que os números criam frequências que podem atuar em diversas áreas, desde sobrepeso até falta de concentração, tratamento para doenças, dedicação, e situações como perda de dinheiro. Os números atuam como uma ‘Código de desbloqueio’ dentro do nosso inconsciente, criando frequências vibratórias que atuam diretamente na área afetada e permitindo que o fluxo de informações flua livremente no nosso cérebro. Como funciona? As sequências são formadas por números que reúnem significados. As sequências podem ter  1, 7, 16, ou até 25 algarismos, e quanto mais números, mais específica é a ação da sequência. Os números devem ser lidos separadamente, por exemplo: 345682 Três, quatro, cinco, seis (sempre o número seis, não ‘meia’), oito, dois. Como praticar Você deve escolher uma das sequencias num

Thoth

Deus da lua, juiz dos mortos e deus do conhecimento e da escrita, Thoth (também Toth, ou Tot, cujo nome em egípcio é Djehuty) é um deus egípcio, representado com cabeça de íbis. É o deus do conhecimento, da sabedoria, da escrita, da música e da magia. Filho mais velho do deus do sol Rá, ou em alguns mitos nascido da cabeça de Set, era representado como um homem com a cabeça da ave íbis ou de um babuíno, seus animais sagrados.   Sendo o deus associado com o conhecimento secreto, Thoth ajudou no sepultamento de Osíris criando a primeira múmia. Era também o deus das palavras, da língua e posteriormente os gregos viam este deus egípcio como a fonte de toda a ciência, humana e divina, do Egito. O culto de Thoth situava-se na cidade de Khemenou, também referida pelos gregos como Hermópolis Magna, e agora conhecida pelo nome árabe Al Ashmunin. Inventor da escrita Segundo a tradição, transmitida também por Platão no diálogo Fedro, Thoth inventou a escrita egípc

Por que Jesus dobrou o lenço?

‘E que o lenço, que estivera sobre a cabeça de Jesus, não estava com os panos, mas enrolado num lugar à parte’.(João 20:7) Por que Jesus dobrou o lenço que cobria sua cabeça no sepulcro depois de sua ressurreição? Você já deteve sua atenção a esse detalhe? João 20:7 nos conta que aquele lenço que foi colocado sobre a face de Jesus não foi apenas deixado de lado como os lençóis no túmulo. A Bíblia reserva um versículo inteiro para nos contar que o lenço fora dobrado cuidadosamente e colocado na cabeceira do túmulo de pedra. Bem cedo pela manhã de domingo, Maria Madalena veio à tumba e descobriu que a pedra havia sido removida da entrada. Ela correu e encontrou Simão Pedro e outro discípulo, aquele que Jesus tanto amara. Disse ela: ‘Eles tiraram o corpo do Senhor e eu não sei para onde eles o levaram’. Pedro e o outro discípulo correram ao túmulo para ver. O outro discípulo passou à frente de Pedro e lá primeiro chegou. Ele parou e observou os lençóis lá,