Pular para o conteúdo principal

Uma linguagem corporal confiante




Existem algumas pessoas que parecem transmitir uma confiança natural e inabalável. Elas costumam se destacar na carreira, nas relações amorosas e em qualquer situação social possível. Pode reparar.

Mas para a maioria de nós, reles mortais, nem sempre é fácil agir com uma postura confiante na frente dos outros.
A boa notícia? Todo mundo pode desenvolver a sua confiança. E um dos primeiros passos é mudar a sua linguagem corporal.
Pode parecer apenas um detalhe, mas não se engane: o efeito é tremendo.
Em primeiro lugar, com a postura correta, você transmitirá sinais que vão construir uma imagem mais positiva para os outros, trazendo vários benefícios às suas relações interpessoais.
Além disso, estudos já provaram que a linguagem corporal influencia (e muito) a ação do cérebro. Se você se porta fisicamente como um líder, o cérebro age de acordo. Loucura, né? Mas é ciência.
Então sem mais delongas, senhores, eis 9 dicas para demonstrar confiança com seus gestos:

1# Mantenha a Postura Ereta
Vamos começar pelo básico. Manter uma postura ereta, com os ombros alinhados e não curvados para a frente, é o primeiro passo para ter uma boa linguagem corporal.
Se você ficar todo torto, vai passar uma imagem desleixada e acanhada. Isso vale para quando você está em pé ou sentado também.

2# Queixo para cima e olhar para frente   
Agora que você ajeitou as costas e os ombros, é hora de cuidar da cabeça. Mantenha seu queixo para cima – sem exagerar, obviamente – em vez de deixá-lo apontando para baixo. As pessoas confiantes não ficam olhando para o chão e, sim, para frente.

3# Não cruze os braços
Esse é um gesto clássico que as pessoas fazem quando estão desconfortáveis com uma situação: cruzar os braços, que é uma posição defensiva. Evite fazer isso

4# Gesticule com as mãos  
Gesticular com as mãos vai ajudá-lo a se expressar melhor e, além disso, a passar um ar expansivo.
Uma curiosidade? Um estudo descobriu que, durante a fala, líderes carismáticos gesticulam quatro vezes mais com as mãos do que pessoas normais.

5# Sorria
Ah, o sorriso… Esse é um gesto poderoso para mostrar aos outros que você é um cara confiável, sociável e agradável. Afinal, se você é um cara confiante e de bem com a vida, por que estaria com a cara fechada?

6# Tenha um aperto de mão firme
Já fizemos um texto aqui no EL HOMBRE especificamente sobre a arte do aperto de mão. O ideal é não ser nem muito forte (a ponto de intimidar as pessoas) e  tampouco muito fraco (para você não parecer inseguro). A chave é encontrar o equilíbrio ideal de firmeza.

7# Evite gestos de inquietação
Ficar batucando com os dedos – ou balançando os pés quando está sentando, ou coçando o rosto enquanto fala, etc. – são sinais clássicos de nervosismo, ansiedade e inquietação. Mostre que você é seguro de si mesmo esses gestos


8# Faça contato visual
Fugir do contato visual é um indicador de insegurança. Mas se você exagerar, por outro lado, vai parecer um maníaco tentando intimidar as pessoas. O segredo está no meio-termo.
Especialistas sugerem olhar diretamente no olho do outro em torno de 50% do tempo da conversa.
Uma técnica que eles sugerem é imaginar um triângulo no rosto da pessoa — olho esquerdo, olho direito e boca — variando seu foco entre estes três pontos a cada alguns segundos.
Claro, é absolutamente normal dar algumas olhadas para longe durante a conversa, mas sempre com a expressão de quem está tentando lembrar de algo ou refletindo sobre o tema. Tome cuidado para não passar um ar de desinteresse.

9# Inspire-se em homens confiantes
Para finalizar as nossas dicas, uma ideia bacana é observar homens confiantes que você admira — podem ser personagens de séries/filmes como Harvey Specter, de “Suits”, ou personalidades reais como David Beckham — e reproduzir alguns de seus hábitos gestuais.

Bônus: Aposente seus maneirismos de fala
Esse item aqui não diz respeito exatamente à linguagem corporal e, sim, à falada. Mas é tão importante que decidimos colocar na matéria mesmo assim.
Maneirismos como terminar toda afirmação com ‘né?’ ou inserir várias pausas com ‘…é’ no meio das frases não condizem com a atitude de um homem confiante.


Texto: Pedro Nogueira    |   Atitude


(JA, Jan18)

Postagens mais visitadas deste blog

Grabovoi - O Poder dos Números

O Método Grabovoi  foi criado pelo cientista russo Grigori Grabovoi, após anos de estudos e pesquisas, sobre números e sua influência no nosso cérebro. Grigori descobriu que os números criam frequências que podem atuar em diversas áreas, desde sobrepeso até falta de concentração, tratamento para doenças, dedicação, e situações como perda de dinheiro. Os números atuam como uma ‘Código de desbloqueio’ dentro do nosso inconsciente, criando frequências vibratórias que atuam diretamente na área afetada e permitindo que o fluxo de informações flua livremente no nosso cérebro. Como funciona? As sequências são formadas por números que reúnem significados. As sequências podem ter  1, 7, 16, ou até 25 algarismos, e quanto mais números, mais específica é a ação da sequência. Os números devem ser lidos separadamente, por exemplo: 345682 Três, quatro, cinco, seis (sempre o número seis, não ‘meia’), oito, dois. Como praticar Você deve escolher uma das sequencias num

Thoth

Deus da lua, juiz dos mortos e deus do conhecimento e da escrita, Thoth (também Toth, ou Tot, cujo nome em egípcio é Djehuty) é um deus egípcio, representado com cabeça de íbis. É o deus do conhecimento, da sabedoria, da escrita, da música e da magia. Filho mais velho do deus do sol Rá, ou em alguns mitos nascido da cabeça de Set, era representado como um homem com a cabeça da ave íbis ou de um babuíno, seus animais sagrados.   Sendo o deus associado com o conhecimento secreto, Thoth ajudou no sepultamento de Osíris criando a primeira múmia. Era também o deus das palavras, da língua e posteriormente os gregos viam este deus egípcio como a fonte de toda a ciência, humana e divina, do Egito. O culto de Thoth situava-se na cidade de Khemenou, também referida pelos gregos como Hermópolis Magna, e agora conhecida pelo nome árabe Al Ashmunin. Inventor da escrita Segundo a tradição, transmitida também por Platão no diálogo Fedro, Thoth inventou a escrita egípc

Por que Jesus dobrou o lenço?

‘E que o lenço, que estivera sobre a cabeça de Jesus, não estava com os panos, mas enrolado num lugar à parte’.(João 20:7) Por que Jesus dobrou o lenço que cobria sua cabeça no sepulcro depois de sua ressurreição? Você já deteve sua atenção a esse detalhe? João 20:7 nos conta que aquele lenço que foi colocado sobre a face de Jesus não foi apenas deixado de lado como os lençóis no túmulo. A Bíblia reserva um versículo inteiro para nos contar que o lenço fora dobrado cuidadosamente e colocado na cabeceira do túmulo de pedra. Bem cedo pela manhã de domingo, Maria Madalena veio à tumba e descobriu que a pedra havia sido removida da entrada. Ela correu e encontrou Simão Pedro e outro discípulo, aquele que Jesus tanto amara. Disse ela: ‘Eles tiraram o corpo do Senhor e eu não sei para onde eles o levaram’. Pedro e o outro discípulo correram ao túmulo para ver. O outro discípulo passou à frente de Pedro e lá primeiro chegou. Ele parou e observou os lençóis lá,