Pular para o conteúdo principal

Crush - a palavra mais romântica da internet

 

Vamos imaginar uma cena juntos por um momento: você acessa algum site ou abre suas redes sociais para checar as novidades do dia. Então, num piscar de olhos, uma certa palavra começa a pipocar em sua tela: ‘crush’.

Você a vê em várias postagens, pessoas gravando vídeos, e famosos reproduzindo-a. E aí, olha só a coincidência: você procura por um filme ou uma série para assistir, ou mesmo músicas para escutar, e a tal palavra continua a aparecer!

O pior de tudo é que você não sabe o seu significado, então, você não consegue entender o que crush significa.

Que pesadelo, não é mesmo?!

O vocabulário que vamos abordar nesse artigo é ‘crush’ — e aí, já ouviu essa palavra antes? Será que você sabe o que ‘crush’ significa? Sente segurança ao usar essa expressão? Sabe alguns substitutos para causar uma boa impressão por aí?

First things first (ou, ‘começando pelo início’, em inglês), precisamos entender que a palavra crush quase sempre está ligada a um contexto romântico. Ou seja, quando você se interessa romanticamente por alguém, e tem uma quedinha por aquela pessoa, você pode dizer 'I have a crush on that person' (‘Eu tenho uma queda por aquela pessoa’).

Mas ‘crush’ também pode assumir a função de um verbo, e muitos deduzem que seu sentido romântico, supostamente usado pela primeira vez em 1884, de acordo com o dicionário Etymonline, seja derivado desse verbo.

Como verbo, a palavra ‘crush’ significa esmagar ou apertar, o que pode ter garantido o sentido romântico, uma vez que paixões podem ser esmagadoras e devastadoras.

Ainda existia, também, por volta da mesma época, no final do século 19, uma expressão parecida com ‘crush’, que era usada com maior frequência e popularmente conhecida: ‘mash’, que significava o ato de estar perdidamente apaixonado. E, curiosamente, ‘mash’, quando usada como verbo, também tem um sentido parecido com o atribuído a ‘crush’ — esmagar, apertar etc.

Alguns defendem a teoria de que 'crush' é uma evolução fonética de 'mash'; outros, entendem que a evolução foi feita por aproximação, e que a palavra mais recente simplesmente permitiu que a mais antiga caísse em desuso, sendo agora relacionada a uma comida deliciosa: purê de batata – mashed potato.

De qualquer forma, não podemos dizer com autoridade qual teoria é a correta, mas ambas podem ser interessantes, e úteis, para a compreensão da expressão ‘to have a crush on someone’.

Colocando ‘crush’ em prática

Resumidamente, caso alguém queira confessar seus sentimentos românticos, umas das diversas formas disponíveis para isso é ‘to have a crush on someone’.

Por exemplo: ‘John has a huge crush on Mary, but she is unaware of it(‘John tem uma enorme queda por Mary, mas ela não sabe disso’).

Uma vez que temos o conceito e o significado de ‘crush’ dominados com maestria, podemos começar a explorar e brincar com algumas outras expressões, que também seguem a mesma linha de falar sobre interesse romântico por alguém.

Aqui vão outras três expressões que podem te ajudar na hora da confissão romântica para o/a crush!

              o    I'm into you’ = Eu estou a fim de você
              o    I have feelings for you’ = Eu tenho sentimentos por você
              o    ‘I have a thing for you’ = Eu sinto algo por você
  
 

Fonte: CNA

 

(JA, Jun21)

 


Postagens mais visitadas deste blog

Grabovoi - O Poder dos Números

O Método Grabovoi  foi criado pelo cientista russo Grigori Grabovoi, após anos de estudos e pesquisas, sobre números e sua influência no nosso cérebro. Grigori descobriu que os números criam frequências que podem atuar em diversas áreas, desde sobrepeso até falta de concentração, tratamento para doenças, dedicação, e situações como perda de dinheiro. Os números atuam como uma ‘Código de desbloqueio’ dentro do nosso inconsciente, criando frequências vibratórias que atuam diretamente na área afetada e permitindo que o fluxo de informações flua livremente no nosso cérebro. Como funciona? As sequências são formadas por números que reúnem significados. As sequências podem ter  1, 7, 16, ou até 25 algarismos, e quanto mais números, mais específica é a ação da sequência. Os números devem ser lidos separadamente, por exemplo: 345682 Três, quatro, cinco, seis (sempre o número seis, não ‘meia’), oito, dois. Como praticar Você deve escolher uma das sequencias num

Thoth

Deus da lua, juiz dos mortos e deus do conhecimento e da escrita, Thoth (também Toth, ou Tot, cujo nome em egípcio é Djehuty) é um deus egípcio, representado com cabeça de íbis. É o deus do conhecimento, da sabedoria, da escrita, da música e da magia. Filho mais velho do deus do sol Rá, ou em alguns mitos nascido da cabeça de Set, era representado como um homem com a cabeça da ave íbis ou de um babuíno, seus animais sagrados.   Sendo o deus associado com o conhecimento secreto, Thoth ajudou no sepultamento de Osíris criando a primeira múmia. Era também o deus das palavras, da língua e posteriormente os gregos viam este deus egípcio como a fonte de toda a ciência, humana e divina, do Egito. O culto de Thoth situava-se na cidade de Khemenou, também referida pelos gregos como Hermópolis Magna, e agora conhecida pelo nome árabe Al Ashmunin. Inventor da escrita Segundo a tradição, transmitida também por Platão no diálogo Fedro, Thoth inventou a escrita egípc

Por que Jesus dobrou o lenço?

‘E que o lenço, que estivera sobre a cabeça de Jesus, não estava com os panos, mas enrolado num lugar à parte’.(João 20:7) Por que Jesus dobrou o lenço que cobria sua cabeça no sepulcro depois de sua ressurreição? Você já deteve sua atenção a esse detalhe? João 20:7 nos conta que aquele lenço que foi colocado sobre a face de Jesus não foi apenas deixado de lado como os lençóis no túmulo. A Bíblia reserva um versículo inteiro para nos contar que o lenço fora dobrado cuidadosamente e colocado na cabeceira do túmulo de pedra. Bem cedo pela manhã de domingo, Maria Madalena veio à tumba e descobriu que a pedra havia sido removida da entrada. Ela correu e encontrou Simão Pedro e outro discípulo, aquele que Jesus tanto amara. Disse ela: ‘Eles tiraram o corpo do Senhor e eu não sei para onde eles o levaram’. Pedro e o outro discípulo correram ao túmulo para ver. O outro discípulo passou à frente de Pedro e lá primeiro chegou. Ele parou e observou os lençóis lá,