Pular para o conteúdo principal

Chá de Hortelã

                      

O chá de hortelã é indicado para fins medicinais porque possui propriedades antioxidantes, analgésicas, digestivas, descongestionantes, anti-inflamatórias e antiespasmódicas, sendo uma ótima opção para melhorar a digestão e o cansaço, e aliviar as cólicas e a dor de cabeça, por exemplo.

Além disso, o chá de hortelã também tem ação antiparasitária, podendo ajudar a combater a infecção por parasitas, como amebíase e giardíase, por exemplo.

O chá de hortelã é rico em flavonoides e óleos essenciais, como o limoneno, e o mentol, que proporcionam vários benefícios à saúde, conforme indicado abaixo: 

1.       Tratar problemas digestivos

Por atuar como um relaxante para os músculos do estômago e intestino, o chá de hortelã ajuda a diminuir as contrações que causam dor e mal-estar. Esta bebida também ajuda a reduzir náuseas, vômitos, inchaço abdominal e gases.

O chá de hortelã também estimula a secreção de bile, um composto produzido pela vesícula biliar, mantendo o bom funcionamento do fígado e melhorando a digestão dos alimentos.

Além disso, alguns estudos mostram que a hortelã também pode aliviar os sintomas da síndrome do intestino irritável, diminuindo sintomas, como gases, dor abdominal e diarreia. 

2.       Aliviar a dor de cabeça

O consumo do chá de hortelã é indicado para aliviar dores de cabeça e enxaquecas, pois possui propriedades analgésicas e anti-inflamatórias, que ajudam a diminuir a dor.

Além disso, o chá de hortelã também possui ação relaxante, diminuindo a tensão nervosa e muscular, que podem causar a dor de cabeça. 

3.       Ajudar no tratamento de gripes e resfriados

Por possuir propriedades anti-inflamatórias, antivirais, descongestionantes e expectorantes, o chá de hortelã diminui a tosse e a congestão nasal, ajudando a tratar resfriados, gripes e dores de garganta. 

4.       Aliviar os sintomas da menstruação

O chá de hortelã ajuda a aliviar os sintomas da menstruação, reduzindo a duração e a gravidade das cólicas menstruais, porque possui propriedades relaxantes, analgésicas e anti-inflamatórias. 

5.       Prevenir o surgimento do câncer

O chá de hortelã contém antioxidantes, protegendo as células saudáveis contra os radicais livres. e ajudando a diminuir o risco do surgimento de alguns tipos de câncer, como de cólon, de mama, de pulmão e leucemia. 

6.       Melhorar o cansaço mental

Por possuir mentol e mentona, óleos essenciais que atuam como estimulantes leves no sistema nervoso central, o chá de hortelã ajuda a diminuir o cansaço mental, e a melhorar o foco em tarefas como estudar e ler. 

7.       Tratar infecções

O chá de hortelã contém óxido de piperitona, um composto que possui propriedades antiparasitárias, atuando como um complemento no tratamento de infecções causadas por parasitas, como ameba e giárdia.

Além disso, o chá de hortelã também possui ação bactericida e antifúngica, podendo ajudar a complementar os tratamentos de cárie, mau hálito e candidíase oral, por exemplo. 

Veja com a nutricionista Tatiana Zanin outros benefícios do chá de hortelã no vídeo a seguir: 


Como preparar

Para preparar o chá de hortelã, deve-se ferver 150 ml de água, e, quando começar a ferver, apagar o fogo. Depois, basta acrescentar 1 colher de sopa de folhas de hortelã, tampar, deixando descansar por 5 a 10 minutos, coar e beber.

Receitas com chá de hortelã

Os chás podem ser preparados com a hortelã comum, ou com a hortelã- pimenta.

1.       Chá de hortelã para febre

O chá de folhas de hortelã, quando combinado com a laranja amarga, é bom para ajudar no tratamento da febre, porque promove o aumento do suor. Além disso, também é bom para problemas respiratórios, como tosse, asma, gripe, rouquidão, coriza e congestão nasal.

Ingredientes:

    • 15 g de folhas de hortelã
    • 5 g de laranja amarga
    • 150 ml de água

Modo de preparo:

Adicionar 1 colher de sopa da mistura de folhas de hortelã com a laranja amarga na água fervente. Tampar e deixar repousar por 10 minutos, e coar. Este chá pode ser bebido várias vezes por dia, e de preferência antes de se deitar para aumentar o suor e diminuir a febre.

2.       Chá de hortelã para dor no estômago

O chá de hortelã com raiz de alcaçuz esmagada, e flores de camomila, ajuda a tratar inflamações no estômago como, gastrite e úlcera gástrica. Isso porque a camomila possui propriedades calmantes, ajudando a aliviar os sintomas, e ajudando a promover a sensação de bem-estar.

Ingredientes:

    • 1 colher de chá de folhas frescas ou secas de hortelã
    • 1 colher de chá de raiz de alcaçuz esmagada
    • ½ colher de chá de flores de camomila

Modo de preparo:

Juntar todas as plantas numa xícara de chá, e adicionar 150 ml de água fervente. Tampar, deixar repousar por 5 a 10 minutos e coar. Este chá pode ser tomado de 3 a 4 vezes por dia.

3.       Chá de hortelã para cólica ou gases

O chá de hortelã pode ser usado para ajudar a aliviar cólicas menstruais, e gases intestinais.

Ingredientes:

    • 2 colheres de chá de folhas secas de hortelã, ou 2 a 3 folhas frescas
    • 150 ml de água fervente

Modo de preparo:

Colocar as folhas de hortelã numa xícara de chá com água fervente. Deixar a infusão repousar durante 5 a 10 minutos e coar. Este chá deve ser consumido de 3 a 4 vezes por dia e de preferência após as refeições.

4.       Chá de hortelã para melhorar a digestão

O chá de hortelã quando combinado com sementes secas de funcho, ou erva-doce e folhas de erva-cidreira, possui propriedades digestivas e calmantes, promovendo a sensação de bem-estar e melhorando a digestão.

Ingredientes:

    • 2 colheres de chá de folhas secas de hortelã-pimenta
    • 2 colheres de chá de sementes de funcho ou erva-doce
    • 2 colheres de chá de folha de erva-cidreira

Modo de preparo:

Colocar 1 colher de sopa da mistura de ervas em uma xícara de chá e encher com 150 ml de água fervente. Deixar a infusão repousar durante 10 minutos e coar. Este chá deve ser bebido ainda quente, de 2 a 3 vezes por dia, entre as refeições.

5.       Chá de hortelã e mel para gripes

Este chá é muito bom para ajudar no tratamento de gripes, porque a hortelã ajuda a aliviar a dor. Já o mel possui propriedades antimicrobianas, ajudando a combater infecções respiratórias, e diminuindo a irritação na garganta.

Ingredientes:

    • 6 folhas picadas de hortelã
    • 1 col. de sobremesa de mel
    • 150 ml de água fervente

Modo de preparo:

Numa xícara, adicionar a água fervente sobre as folhas de hortelã, picadas e amassadas; tampar e deixar repousar por 5 a 10 minutos. Coar, adoçar com o mel, e tomar 3 a 4 xícaras por dia.

6.       Chá de hortelã com passiflora para ansiedade

O chá hortelã com passiflora ajuda a relaxar o sistema nervoso central, promovendo tranquilidade, bom humor e bem-estar geral.

Ingredientes:

    • 2 colheres de sopa de folhas frescas de hortelã
    • 2 colheres de sopa de folhas secas de passiflora
    • 150 ml de água fervente.

Modo de preparo:

Adicionar 1 colher da mistura das ervas a hortelã em uma xícara e colocar a água fervente. Tampar e deixar repousar durante 10 minutos. Este chá deve ser tomado preferencialmente à noite.

Quando não é indicado

O chá de hortelã não é indicado para mulheres grávidas, ou que estejam amamentando. Esse chá também não é indicado para crianças com menos de 5 anos de idade.

Esse chá é contraindicado para pessoas com refluxo, hérnia de hiato, pedra nos rins, pedra na vesícula, e inflamação da vesícula biliar.

 

 

Fonte:  Tatiana Zanin, Nutricionista | Tua Saúde

 

(JA, Ago22)

 

 



Postagens mais visitadas deste blog

Grabovoi - O Poder dos Números

O Método Grabovoi  foi criado pelo cientista russo Grigori Grabovoi, após anos de estudos e pesquisas, sobre números e sua influência no nosso cérebro. Grigori descobriu que os números criam frequências que podem atuar em diversas áreas, desde sobrepeso até falta de concentração, tratamento para doenças, dedicação, e situações como perda de dinheiro. Os números atuam como uma ‘Código de desbloqueio’ dentro do nosso inconsciente, criando frequências vibratórias que atuam diretamente na área afetada e permitindo que o fluxo de informações flua livremente no nosso cérebro. Como funciona? As sequências são formadas por números que reúnem significados. As sequências podem ter  1, 7, 16, ou até 25 algarismos, e quanto mais números, mais específica é a ação da sequência. Os números devem ser lidos separadamente, por exemplo: 345682 Três, quatro, cinco, seis (sempre o número seis, não ‘meia’), oito, dois. Como praticar Você deve escolher uma das sequencias num

Thoth

Deus da lua, juiz dos mortos e deus do conhecimento e da escrita, Thoth (também Toth, ou Tot, cujo nome em egípcio é Djehuty) é um deus egípcio, representado com cabeça de íbis. É o deus do conhecimento, da sabedoria, da escrita, da música e da magia. Filho mais velho do deus do sol Rá, ou em alguns mitos nascido da cabeça de Set, era representado como um homem com a cabeça da ave íbis ou de um babuíno, seus animais sagrados.   Sendo o deus associado com o conhecimento secreto, Thoth ajudou no sepultamento de Osíris criando a primeira múmia. Era também o deus das palavras, da língua e posteriormente os gregos viam este deus egípcio como a fonte de toda a ciência, humana e divina, do Egito. O culto de Thoth situava-se na cidade de Khemenou, também referida pelos gregos como Hermópolis Magna, e agora conhecida pelo nome árabe Al Ashmunin. Inventor da escrita Segundo a tradição, transmitida também por Platão no diálogo Fedro, Thoth inventou a escrita egípc

Por que Jesus dobrou o lenço?

‘E que o lenço, que estivera sobre a cabeça de Jesus, não estava com os panos, mas enrolado num lugar à parte’.(João 20:7) Por que Jesus dobrou o lenço que cobria sua cabeça no sepulcro depois de sua ressurreição? Você já deteve sua atenção a esse detalhe? João 20:7 nos conta que aquele lenço que foi colocado sobre a face de Jesus não foi apenas deixado de lado como os lençóis no túmulo. A Bíblia reserva um versículo inteiro para nos contar que o lenço fora dobrado cuidadosamente e colocado na cabeceira do túmulo de pedra. Bem cedo pela manhã de domingo, Maria Madalena veio à tumba e descobriu que a pedra havia sido removida da entrada. Ela correu e encontrou Simão Pedro e outro discípulo, aquele que Jesus tanto amara. Disse ela: ‘Eles tiraram o corpo do Senhor e eu não sei para onde eles o levaram’. Pedro e o outro discípulo correram ao túmulo para ver. O outro discípulo passou à frente de Pedro e lá primeiro chegou. Ele parou e observou os lençóis lá,