Pular para o conteúdo principal

Alegria de Viver

 

Desde março de 2020 convivemos com a epidemia Covid-19, sendo obrigados a tomar várias medidas preventivas para evitar o contágio e, mesmo assim, não podemos nos considerar totalmente protegidos.

Por conta dessa epidemia, ocorreram no mundo, neste mês de outubro, até o dia 15, 1 milhão e 99 mil de mortes  (143 mortes por milhão de pessoas).

No Brasil, nesse mesmo período, ocorreram  cerca de 153 mil mortes (724 por milhão de habitantes). Infelizmente, por falta de uma organização eficiente para administração e combate da epidemia, o Brasil é atualmente o 3º pais em mortes/milhão, índice esse superado apenas pelo Peru (1110 por milhão), e pela Bélgica (883 por milhão).

                                Geração Baby Boomers - Nascidos entre 1945 e meados dos anos 1960 

Entretanto, por incrível que possa parecer, você que é nascido depois da 2ª Guerra Mundial, é um privilegiado. Imagine se você tivesse nascido em 1900:

o  Quando você tinha 14 anos, começou a 1ª Guerra Mundial, que terminou apenas em 1918 – quando você tinha 18 anos, deixando uma saldo de  22 milhões de mortes.

o    Logo depois, ocorreu uma pandemia global, uma gripe chamada ‘espanhola’, que mata 50 milhões de pessoas. Você saiu vivo e ileso. Agora você tem 20 anos.

o    Então, aos 29 anos, você sobreviveu à crise econômica global que começou com o colapso da Bolsa de Valores de Nova York, causando inflação, desemprego e fome.

o     Aos 33 anos, os nazistas chegaram ao poder.

o    Você tinha 39 anos quando a Segunda Guerra Mundial começou, e terminou quando você tem 45 anos. Durante o Holocausto (Shoáh), 6 milhões de judeus morreram. Houveram mais de 60 milhões de mortes no total.

o    Quando você tinha 52 anos, a Guerra da Coréia começou.

o    Quando você tinha 64 anos, a Guerra do Vietnã começou, e terminou quando você tinha 75. 

Geração Millennials - Nascidos entre o início dos anos 1980 e meados dos anos 1990 

Os nascidos entre o início dos anos 1980 e meados dos anos 1990 (Geração Millenial) pensam que seus avós não têm ideia de como a vida é difícil. Ledo engano. Eles sofreram e sobreviveram a várias guerras e catástrofes.

Geração Z  - Nascidos entre meados dos anos 1990 e 2009 

Os nascidos entre meados dos anos 1990 e 2009 (Geração Z), agora com cerca de 25 anos, acham que é o fim do mundo quando seu pacote Amazon leva mais de três dias para chegar, ou quando não consegue mais de 15  curtidas na sua foto postada no Facebook ou Instagram, ...

Em 2020, muitos de nós vivemos com conforto - temos eletricidade, telefone, comida, água quente e um teto sobre nossas cabeças. Temos acesso a várias fontes de entretenimento em casa, etc.. Muito frequentemente temos, mais do que precisamos. Porém, isto não é suficiente – as pessoas continuam reclamando.

É importante lembrar que nada disso existiu no passado, e que a humanidade sobreviveu a circunstâncias muito terríveis, sem nunca perder a alegria de viver.

Talvez seja hora de sermos menos egoísta, parar de reclamar e chorar, sermos mais otimistas, e fazer o que for possível para superar o que tiver que ser.

 

 

 

(JA, Out20)

 


Postagens mais visitadas deste blog

Grabovoi - O Poder dos Números

O Método Grabovoi  foi criado pelo cientista russo Grigori Grabovoi, após anos de estudos e pesquisas, sobre números e sua influência no nosso cérebro. Grigori descobriu que os números criam frequências que podem atuar em diversas áreas, desde sobrepeso até falta de concentração, tratamento para doenças, dedicação, e situações como perda de dinheiro. Os números atuam como uma ‘Código de desbloqueio’ dentro do nosso inconsciente, criando frequências vibratórias que atuam diretamente na área afetada e permitindo que o fluxo de informações flua livremente no nosso cérebro. Como funciona? As sequências são formadas por números que reúnem significados. As sequências podem ter  1, 7, 16, ou até 25 algarismos, e quanto mais números, mais específica é a ação da sequência. Os números devem ser lidos separadamente, por exemplo: 345682 Três, quatro, cinco, seis (sempre o número seis, não ‘meia’), oito, dois. Como praticar Você deve escolher uma das sequencias num

Thoth

Deus da lua, juiz dos mortos e deus do conhecimento e da escrita, Thoth (também Toth, ou Tot, cujo nome em egípcio é Djehuty) é um deus egípcio, representado com cabeça de íbis. É o deus do conhecimento, da sabedoria, da escrita, da música e da magia. Filho mais velho do deus do sol Rá, ou em alguns mitos nascido da cabeça de Set, era representado como um homem com a cabeça da ave íbis ou de um babuíno, seus animais sagrados.   Sendo o deus associado com o conhecimento secreto, Thoth ajudou no sepultamento de Osíris criando a primeira múmia. Era também o deus das palavras, da língua e posteriormente os gregos viam este deus egípcio como a fonte de toda a ciência, humana e divina, do Egito. O culto de Thoth situava-se na cidade de Khemenou, também referida pelos gregos como Hermópolis Magna, e agora conhecida pelo nome árabe Al Ashmunin. Inventor da escrita Segundo a tradição, transmitida também por Platão no diálogo Fedro, Thoth inventou a escrita egípc

Por que Jesus dobrou o lenço?

‘E que o lenço, que estivera sobre a cabeça de Jesus, não estava com os panos, mas enrolado num lugar à parte’.(João 20:7) Por que Jesus dobrou o lenço que cobria sua cabeça no sepulcro depois de sua ressurreição? Você já deteve sua atenção a esse detalhe? João 20:7 nos conta que aquele lenço que foi colocado sobre a face de Jesus não foi apenas deixado de lado como os lençóis no túmulo. A Bíblia reserva um versículo inteiro para nos contar que o lenço fora dobrado cuidadosamente e colocado na cabeceira do túmulo de pedra. Bem cedo pela manhã de domingo, Maria Madalena veio à tumba e descobriu que a pedra havia sido removida da entrada. Ela correu e encontrou Simão Pedro e outro discípulo, aquele que Jesus tanto amara. Disse ela: ‘Eles tiraram o corpo do Senhor e eu não sei para onde eles o levaram’. Pedro e o outro discípulo correram ao túmulo para ver. O outro discípulo passou à frente de Pedro e lá primeiro chegou. Ele parou e observou os lençóis lá,