Pular para o conteúdo principal

Cérebro e seus lados

 

Dentro de nós existe uma grande máquina capaz de dividir as ações, escolhas e emoções, entre dois lados. Nossas decisões podem partir de um mesmo lugar, mas é o cérebro quem comanda qual lado será responsável em transformar um pensamento em ação.

Na vida, tudo tem dois lados da história, incluindo o nosso cérebro!

Um dos órgãos mais complexos do ser humano, e que ainda guarda segredos, é composto por dois hemisférios. Cada um deles responsável por controlar o lado oposto do corpo. O percurso é complexo, mas instantâneo. Em milésimos de segundos, os estímulos passam pelas fibras nervosas que se cruzam no fundo do sulco que separa os dois hemisférios. Embora diferentes, esses dois lados do cérebro trabalham juntos, comunicando-se o tempo todo.

Cérebro Lógico

Para a maioria das pessoas, o pensamento racional é atribuído ao lado esquerdo do cérebro. Ações detalhadas, precisas e minuciosas partem desse hemisfério, inclusive a habilidade da fala - um processo infinitamente complexo. Pequenas áreas separadas do hemisfério esquerdo são responsáveis pelas ações da escrita, e às pronúncias das palavras.

Cérebro Artístico

O lado direito do cérebro é considerado artístico: relacionado à observação e interpretação do mundo ao nosso redor. É ele quem analisa as situações em geral, e oferece uma resposta imediata - ao contrário do lado esquerdo que segue uma série de passos cuidadosos. Ao encontramos um conhecido no meio da multidão, identificar um rosto familiar, é papel do lado direito; mas é o lado esquerdo que resgatará o nome da pessoa em nossa memória.

As habilidades musicais, visuais e artísticas de forma geral, também estão sob a responsabilidade do lado direito.

 É claro que, embora cada lado do cérebro possa operar de maneira distinta, ambas precisam ter sintonia para funcionar normalmente. Na maioria de nossas atividades, trabalhamos com os dois hemisférios, garantindo um resultado coordenado.

Por exemplo, no processo auditivo humano: se inicia no ouvido e depois é encaminhado ao hemisfério adequado. Conseguimos ter uma conversa completa graças ao funcionamento simultâneo dos hemisférios. O lado esquerdo, por exemplo, produz o discurso; o lado direito, processa qual será o tom da fala. 

Audição também tem os seus lados

Existem alguns estudos que analisam a possibilidade de que nossos ouvidos também tenham habilidades diferentes. Segundo especialistas da Universidade da Califórnia, foi comprovado que o ouvido esquerdo consegue captar com mais facilidade os sons musicais e frases emotivas. Já o ouvido direito, é capaz de absorver melhor as frases lógicas.

No caso dos homens, o ouvido direito é mais ativo, já que eles usam com intensidade o lado esquerdo do cérebro. Já as mulheres, o ouvido esquerdo é mais ativo, pois usam o lado direito do cérebro com frequência.

A máquina mais poderosa do homem está aqui, em nossa cabeça. Com um imenso poder de controlar os sentidos e transformar pensamentos em ações.

É o momento de uma nova era tecnológica e científica, capaz de ultrapassar as barreiras físicas através de gagdets, acessórios, e até mesmo produtos para o conforto acústico - como a lã de vidro, painéis e forros, que vão além das limitações do corpo, e aumentam o rendimento da mente, deixando os cinco sentidos mais intensos, perto da perfeição.

​"Se o nosso cérebro fosse tão simples a ponto de entendê-lo, seríamos tão tolos que continuaríamos sem entendê-lo".  Jostein Gaarder

 


Fonte: Isover – Saint Gobain

 

(JA, Nov22)


 

Postagens mais visitadas deste blog

Grabovoi - O Poder dos Números

O Método Grabovoi  foi criado pelo cientista russo Grigori Grabovoi, após anos de estudos e pesquisas, sobre números e sua influência no nosso cérebro. Grigori descobriu que os números criam frequências que podem atuar em diversas áreas, desde sobrepeso até falta de concentração, tratamento para doenças, dedicação, e situações como perda de dinheiro. Os números atuam como uma ‘Código de desbloqueio’ dentro do nosso inconsciente, criando frequências vibratórias que atuam diretamente na área afetada e permitindo que o fluxo de informações flua livremente no nosso cérebro. Como funciona? As sequências são formadas por números que reúnem significados. As sequências podem ter  1, 7, 16, ou até 25 algarismos, e quanto mais números, mais específica é a ação da sequência. Os números devem ser lidos separadamente, por exemplo: 345682 Três, quatro, cinco, seis (sempre o número seis, não ‘meia’), oito, dois. Como praticar Você deve escolher uma das sequencias num

Thoth

Deus da lua, juiz dos mortos e deus do conhecimento e da escrita, Thoth (também Toth, ou Tot, cujo nome em egípcio é Djehuty) é um deus egípcio, representado com cabeça de íbis. É o deus do conhecimento, da sabedoria, da escrita, da música e da magia. Filho mais velho do deus do sol Rá, ou em alguns mitos nascido da cabeça de Set, era representado como um homem com a cabeça da ave íbis ou de um babuíno, seus animais sagrados.   Sendo o deus associado com o conhecimento secreto, Thoth ajudou no sepultamento de Osíris criando a primeira múmia. Era também o deus das palavras, da língua e posteriormente os gregos viam este deus egípcio como a fonte de toda a ciência, humana e divina, do Egito. O culto de Thoth situava-se na cidade de Khemenou, também referida pelos gregos como Hermópolis Magna, e agora conhecida pelo nome árabe Al Ashmunin. Inventor da escrita Segundo a tradição, transmitida também por Platão no diálogo Fedro, Thoth inventou a escrita egípc

Por que Jesus dobrou o lenço?

‘E que o lenço, que estivera sobre a cabeça de Jesus, não estava com os panos, mas enrolado num lugar à parte’.(João 20:7) Por que Jesus dobrou o lenço que cobria sua cabeça no sepulcro depois de sua ressurreição? Você já deteve sua atenção a esse detalhe? João 20:7 nos conta que aquele lenço que foi colocado sobre a face de Jesus não foi apenas deixado de lado como os lençóis no túmulo. A Bíblia reserva um versículo inteiro para nos contar que o lenço fora dobrado cuidadosamente e colocado na cabeceira do túmulo de pedra. Bem cedo pela manhã de domingo, Maria Madalena veio à tumba e descobriu que a pedra havia sido removida da entrada. Ela correu e encontrou Simão Pedro e outro discípulo, aquele que Jesus tanto amara. Disse ela: ‘Eles tiraram o corpo do Senhor e eu não sei para onde eles o levaram’. Pedro e o outro discípulo correram ao túmulo para ver. O outro discípulo passou à frente de Pedro e lá primeiro chegou. Ele parou e observou os lençóis lá,